quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

2012




"O dia depois de amanhã será o dia das artes, da escrita
e da música. Dia de brilhar a gramática, e a maturidade.
Corpo de árvore e de mãe, sopro dos vivos que estão vi-
vos. Dia que mexerá no sangue, nos livros, no começo
das coisas. O dia dos que lavram, dos que colhem, o dia
sim, o dia sempre, primeiro dos dias limpos, amplos, in-
finitos. Por isso, amanhã não será o dia. Não será o pro-
dígio. Não será a vertigem. Amanhã é a mesma ferida de
hoje, sem fogo, sem cura, sem coragem.
Voto no dia depois de amanhã. Voto em cada coisa que
se expõe numa aura de luz, voto no poder do amor e no
poder do fogo, no âmago e no corpo da canção. Voto em
tudo o que se prolonga e se diverte. Voto na imaginação.
Voto no início e no fim dos equilíbrios. E voto na memó-
ria do futuro.
Porque no dia depois de amanhã acreditarei em ti. E em
mim. E no perfume das vozes que hoje cantam em silên-
cio."
Joaquim Pessoa

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Desilusão



"Desilusão é quando anoitece em você contra a vontade do dia."
Adriana Falcão

domingo, 25 de dezembro de 2011

Cansada




"Estou cansado, é claro, 
Porque, a certa altura, a gente tem que estar cansado. 
De que estou cansado, não sei: 
De nada me serviria sabê-lo, 
Pois o cansaço fica na mesma. 
A ferida dói como dói 
E não em função da causa que a produziu. 
Sim, estou cansado, 
E um pouco sorridente 
De o cansaço ser só isto — 
Uma vontade de sono no corpo, 
Um desejo de não pensar na alma, 
E por cima de tudo uma transparência lúcida 
Do entendimento retrospectivo... 
E a luxúria única de não ter já esperanças? 
Sou inteligente; eis tudo. 
Tenho visto muito e entendido muito o que tenho visto, 
E há um certo prazer até no cansaço que isto nos dá, 
Que afinal a cabeça sempre serve para qualquer coisa." 

Álvaro de Campos

sábado, 24 de dezembro de 2011

Aos Amores Maiores da minha Vida

"Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. 
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. 
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril."
Oscar Wilde

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

...



"Temos de ir à procura das pessoas, porque podem ter fome de pão ou de amizade."

domingo, 18 de dezembro de 2011

E foi.




"O teu coração disse para a tua cabeça, vá, 
e a tua cabeça disse para a tua coragem, vou, 
e a tua coragem respondeu, 
não vou nada, 
mas a tua boca não ouviu e beijou."

Adriana Falcão

...



"Liberdade de voar num horizonte qualquer, liberdade de pousar onde o coração quiser."

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Sem palavras



"Tenho pensamentos que não  posso traduzir em palavras."
Lispector

.



"Minha vida é uma colcha de retalhos. Todos da mesma cor."


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Um dia vou morrer por excesso de sensibilidade




" A vida é como a música. Deve ser composta de ouvido, com sensibilidade e intuição, nunca por normas rígidas."
Samuel Butler

domingo, 11 de dezembro de 2011

Tejo


Hoje fui ao encontro do rio e pusemos a conversa em dia

sábado, 10 de dezembro de 2011

A personagem que saiu da história


"Palavras nuncam mudam de ideia"
Adriana Falcão

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

...



"Eu que prezo tanto a lógica, não entendo mais nada, mergulhei no escuro da minha perplexidade."

Martha Medeiros

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Amar'ela


"Muito é quando os dedos da mão não são suficientes."
Adriana Falcão 

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Às vezes há tanta dificuldade em oferecer movimentos




"Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta aos outros."



                                  
  "Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego."




"Prudência é um buraco de fechadura na porta do tempo. " 


         


"Desatino é um desataque de prudência." 



       
Adriana Falcão

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Se...



"Se um dia, a nossa luz da amizade se apagar, foda-se irmão,a gente acende uma vela."
Bob Marley

domingo, 4 de dezembro de 2011

Essência




" Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"
Antoine de Saint-Exupéry